Famílias da Semana!

Segundo Encontro do Projeto Vivências Musicais para Bebês e Famílias!

        No dia 4 de novembro de 2020 aconteceu o segundo encontro das Vivências Musicais para Bebês e Famílias, coordenado por Carolina Rosa que é formada em Pedagogia e estudante do curso de Especialização em Educação Musical da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS. Os bebês e suas famílias participaram da atividade proposta a partir do aplicativo de videoconferência Google Meet, vivenciando momentos de interação e afetividade a partir da música. Antonella tem 2 meses e aproveitou muito o momento com sua mãe Katiuscia.

WhatsApp Image 2020-11-08 at 19.07.57.jp

Antonella e sua Mamãe.

“No início da vivência achei que a Antonella não iria prestar muita atenção por ter 2 meses apenas, mas logo que já começou ela ficou bem atenta ao notebook para ver tudo que estava acontecendo. Na hora da musiquinha da Cobra fui interagindo com ela, e logo já foi se soltando e interagindo junto, daí foi só sorrisos até o final da vivência. Adoramos muito e estou ansiosa para o próximo encontro. Música alegra a todos 🥰.”

(Katiuscia Rosa da Silva, mãe da Antonella – 2 meses - sobre as vivências síncronas).

Antonella durante a vivência síncrona.

        A cada canção, a explicação de como esta deveria ser experienciada pelas famílias foi um dos pontos fortes do encontro, pois é importante que compreendam que esses momentos vão muito além dos estímulos musicais, mas da relação que se estabelece a partir destes.

WhatsApp Image 2020-11-08 at 20.56.51.jp

“Assisti o primeiro encontro e conduzi a segunda vivência musical do projeto, na qual repetimos o repertório do primeiro dia. Foi muito interessante observar que as famílias conseguiam cantar conosco as canções, por já conhecê-las. Procurei propor algumas abordagens diferentes para cada momento, com a finalidade de ampliar as possibilidades para as famílias brincarem com as crianças, utilizando as canções já conhecidas. Acredito que as particularidades que cada ministrante dará para as vivências serão muito significativas, assim as famílias conseguirão observar quais abordagens são de maior interesse das crianças.

Um acontecimento importante, e relatado por uma família que acompanha as vivências de forma assíncrona, me chamou a atenção e demonstrou o quanto uma vivência pode ir além do que se propõe, visto que vivência vem de "o processo de viver, ter vida", ou seja, se desenvolver, aprender. 

  No relato, a mãe conta que sua filha, de 2 anos, fez o seguinte comentário enquanto assistia e participava da vivência: "cabelo igual o meu, igual eu ela". Ou seja, uma criança negra, se vendo representada na professora negra, que estava conduzindo o momento. Além do aprendizado musical, esse encontro mostrou a importância da representatividade em todos os espaços, pois quando vemos alguém como nós ocupando determinada posição, nos encorajamos, nos motivamos e acreditamos que também podemos chegar naquele lugar. Representatividade importa, ainda mais em um dos últimos países a acabarem com a escravização de seres humanos negros.”

(Carolina Rosa – Pedagoga – sobre as vivências síncronas).

          Como atividade assíncrona desta semana, propomos uma vivência relativa a hora do banho do bebê, em que Carolina, a partir de um vídeo explicativo, mostrou algumas possibilidades de interação e estimulação do bebê durante este momento tão especial.

           É importante ressaltar que cada bebê e sua família podem realizar as vivências no seu ritmo e que esse nem sempre é igual para todos. O importante são os estímulos que proporcionam novas vivências aos bebês e consequentemente auxiliam em seu desenvolvimento.

WhatsApp Image 2020-11-08 at 21.01.49.jp

"Aqui o banho é de chuveiro é mais prático e as músicas sempre fizeram parte ... inventamos e colocamos o nome do bebê nos versinhos...❤️”

(Valéria Cristina Rossi Silveira, mãe do Filipe – 1 ano – sobre a vivência assíncrona).

Filipe explorando os instrumentos.

Filipe.

Publicado em 10 de Novembro de 2020.

Por: Fabiane Araujo Chaves e Carolina Rosa.

Edição: Djeniffer Heinzmann.

Vivências Musicais para Bebês e Famílias tem como objetivo oportunizar vivências musicais para bebês e suas famílias, contribuindo para o fortalecimento de vínculos afetivos e o desenvolvimento integral das crianças.